10 de junho de 2020 Marcus Paulo

Vale a pena investir em sistema de gestão de hostel?

Calculating savings using technology

Devido à crise provocada pela pandemia do coronavírus, o setor turístico não está passando pelo seu melhor momento. Mesmo assim, para a maioria dos setores da economia, é esperado o retorno do crescimento quando tudo isso passar. Isso significa que o mercado será aquecido, novos empreendimentos serão abertos e investimentos serão feitos. Além disso, quanto mais viajantes, mais potenciais hóspedes para receber em seu hostel. Devo então investir em sistema de gestão de hostel?

O cenário não estará desfavorável apenas para você, mas para todo o mercado de hostel, que é extremamente competitivo. Logo, é preciso pensar em quais estratégias vai ajudar o seu negócio a crescer de forma escalável, diferenciando-se da concorrência e seguindo as exigências da nova geração de viajantes.

Uma boa maneira de começar a se destacar no mercado é investir em sistema de gestão de hostel. Mas antes de tudo é preciso entender a diferença entre gasto ou investimento. Saiba como esse planejamento financeiro poderá trazer bons frutos para o seu negócio:

A diferença entre gasto e investimento em um hostel

Entender a diferença entre gastos e investimentos em um hostel torna possível analisar se vale a pena ou não disponibilizar um produto, se um serviço vale ou não a pena ser oferecido e se o modelo de negócio faz sentido. Também fica fácil entender o que pode ser mudado para que a organização possa operar de maneira muito mais eficiente.

O que são gastos?

Gastos são todos os desembolsos do seu hostel, ou seja, tudo que sai do caixa. Isso significa que investimento é um gasto. Então, quando falamos em gastos estamos falando de: custos, despesas e investimentos. Simples, não é?

Já que gastos são os desembolsos da organização, é essencial analisar o quanto cada gasto representa do total. Assim, será possível entender como seu hostel está empregando seus recursos financeiros e o que pode ser feito para melhorar os resultados.

O que são investimentos?

Todo dinheiro que sai da empresa com a expectativa de aumentar os lucros é um investimento. Além de aumentar a receita, investimentos podem ser feitos também para melhorar a imagem do negócio. Traduzindo: são gastos em bens ou serviços com expectativa de geração de benefícios futuros.

É comum caracterizarmos investimentos como “despesa boa”, mas ressaltamos que um investimento não pode ser classificado como despesa, mas sim como um gasto. Portanto, para que gastos sejam classificados como investimentos (os chamados gastos bons), tenha em mente que o objetivo de um investimento é o de gerar benefícios que melhorem os resultados da empresa, como aumento da receita ou redução de custos e despesas, por meio da ampliação ou modernização dos componentes e processos da empresa.

Sendo assim, é possível também concluir que, diante de todas as vantagens em utilizar um sistema de gestão de hostel, isso se torna um investimento.

Tecnologia é investimento e não gasto

De acordo com pesquisa realizada pelo Grupo Expedia, gestores de hostel estão preferindo investir cada vez mais em soluções tecnológicas para seus empreendimentos. A preferência é que essas soluções sejam integradas com outros softwares. Por exemplo:

  • Sistemas PMS x Channel Manager;
  • Chat de atendimento x motor de reservas.

Isso, porque, conforme a operação vai ficando mais complexa, o cruzamento de dados fica ainda mais difícil de se fazer manualmente.

A verdade é que as principais razões para se investir em tecnologia em um hostel são muito nítidas e fáceis de identificar. Temos três pilares essenciais que essas soluções resolvem: automação de processos – para evitar erros humanos e aumentar a produtividade dos funcionários – eficiência operacional e redução de custos.

Podemos incluir na lista de soluções: softwares de gestão hosteleira e plataformas de atendimento online, terminais de check-in automáticos, etc.

Por que devo investir em sistema de gestão de hostel?

Investir em um sistema de gestão de hostel contribui para um bom gerenciamento do negócio. Com uma solução como essa, é possível centralizar todas as operações, desde a reserva até o check-out.

Também é possível acessar os principais indicadores do hostel. Alguns exemplos são: taxa de ocupação, a governança e a consulta de reservas.

E você, como está se preparando para gerenciar seu hostel depois da pandemia? Aproveite e Baixe o “Guia para driblar a crise financeira do hostel“.

About the Author

Avatar
Marcus Paulo Natural de Foz do Iguaçu e publicitário por formação, esteve a frente por quase quatro anos da recepção do Tetris Container Hostel, em Foz do Iguaçu. Ama esse life style e agora compartilha suas experiências na hqbeds.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *