9 de agosto de 2019 Karin Nisiide

Os tipos de fluxo de caixa que sua propriedade deve ter

Como administradores de hostel, nos deparamos com diversos termos relacionados com as diversas tarefas administrativas que nossas empresas possuem. 

Hoje vamos falar sobre um deles: o fluxo de caixa, que é um dos principais indicadores financeiros para realizar a mensuração de resultados de seu negócio e avaliar a sua saúde financeira.

O fluxo de caixa nada mais é que um controle de entradas (faturamento) e saídas (custos, despesas administrativas etc.). Quando o resultado é positivo, significa que a entrada de recursos é maior que a saída e que a empresa está obtendo lucro. O oposto dessa situação indica que há algo de errado em seu planejamento e alguma medida precisa ser tomada. 

Com o fluxo de caixa atualizado continuamente, você possui dados mais concretos para a realização de ações estratégicas em sua empresa, como a realização de um possível corte de gastos em excesso, por exemplo. 

Com o registro adequado de absolutamente todas as movimentações de entrada e saída de caixa, a identificação de problemas financeiros torna-se muito mais facilitada. 

Mas você sabia que existem diferentes tipos de fluxo de caixa que podem ser analisados em sua empresa? Vamos mostrar a seguir os tipos de fluxo de caixa:

 

Fluxo de caixa operacional 

O fluxo de caixa operacional apenas faz o levantamento das despesas e receitas operacionais da empresa em determinado período. Ele contabiliza somente as movimentações financeiras relacionadas a abastecimento e manutenção de estoque e pagamento de funcionários, por exemplo.

Como o próprio nome já diz, esse tipo de fluxo de caixa engloba apenas as questões essenciais para a execução das atividades operacionais do negócio.

Não contabiliza os investimentos da empresa, nem juros e impostos, assim como também não avalia a necessidade de capital de giro.

Este indicador é essencial para empresas que ainda se encontram em estágio inicial e sendo assim, não possuem uma grande variedade de fontes de receitas e despesas e nem uma vasta quantidade de dados para se analisar. 

 

Fluxo de caixa projetado 

O fluxo de caixa projetado não contabiliza os valores que já foram efetivamente inseridos ou retirados do orçamento empresarial.

Tem como principal objetivo antever receitas e despesas futuras, de forma que você possa manter o orçamento da empresa preparado para arcar com as despesas e possa gerenciar adequadamente todos os prazos das contas a pagar e a receber.

Avaliar o fluxo de caixa projetado é essencial para não ser pego de surpresa e para enxergar com mais clareza a situação futura de suas finanças.

 

Fluxo de caixa direto 

Entre os diferentes tipos de fluxo de caixa, este certamente é o mais utilizado pelas empresas de uma forma geral. Assim como o fluxo de caixa operacional, o fluxo de caixa direto também engloba as receitas e despesas relacionadas às atividades operacionais do negócio.

A diferença entre eles é que no caso do fluxo de caixa direto, também são incluídos investimentos, necessidade de capital de giro e impostos. É portanto, um indicador financeiro mais completo. Pode ser analisado diariamente, de acordo com cada movimentação financeira no caixa de sua empresa. 

 

Fluxo de caixa indireto 

O cálculo do fluxo de caixa indireto não está relacionado com as movimentações de entrada e saída de caixa. Mas sim, o que deve ser levado em conta é o DRE (Demonstrativo Resultado do Exercício), para verificar se a empresa obteve lucro ou prejuízo em determinado período. 

 

Fluxo de caixa para investimentos

Quando um negócio vai bem e todos os pagamentos estão em dia, muitos administradores pensam em aumentar as atividades, contratar novos funcionários e expandir as fronteiras da gestão. Nessas horas, é essencial que haja dinheiro sobrando, e ele deve ser direcionado para as questões referentes aos planos traçados. 

Esse tipo de fluxo de caixa precisa acompanhar todas as movimentações financeiras realizadas para gerar resultados positivos e acumular riquezas. É válido lembrar que dinheiro parado não traz benefício algum para o negócio, por isso, esse documento precisa ser constantemente atualizado em relação às atitudes tomadas.

 

Fluxo de caixa livre 

O fluxo de caixa livre tem o objetivo de avaliar a capacidade que a sua empresa possui de gerar capital para lidar com seus vencimentos dentro de um curto, médio ou longo prazo. Para obter o fluxo de caixa livre, é preciso projetar os resultados da empresa entre um período de 60 a 90 dias. 

  

É perceptível que existem vários tipos de fluxo de caixa. Cada um deles deve ser utilizado em uma situação específica. 

Para qualquer um deles, faça sempre um registro diário de todas as movimentações de entradas e saídas em seu orçamento, por menores que sejam os valores referentes a elas.

Esse comprometimento sem dúvida trará resultados positivos para o negócio!

Tagged: , , , , ,

About the Author

Karin Nisiide
Karin Nisiide Proprietária do Tetris Container Hostel, em Foz do Iguaçu. Startup Update your hostel! Arquiteta e urbanista por formação, largou tudo para trabalhar com turismo. Ama viajar e está no momento se aventurando pela Ásia, em busca de experiências novas e mais conhecimento na área de hostels.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *