18 de maio de 2020 Karin Nisiide

6 indicadores essenciais que indicam a rentabilidade do hostel

Young latin american love couple organizing journey at computer indoor at home

Por muito tempo, muitos donos de hostels e pousadas faziam uma gestão mais “intuitiva”, sem uso de dados e métricas. Mas como o aumento da concorrência está cada vez mais acirrada, utilizar indicadores hoteleiros que vão apontar o nível de rentabilidade do hostel, para acompanhar o desenvolvimento dos negócios é de suma importância. 

Esses indicadores permitem que você promova uma gestão estratégica do seu hostel. O que possibilita ao gestor analisar os pontos que necessitam de maior atenção para melhorar a margem de lucro e fortalecer o negócio.

O que reduz o risco de ser surpreendido pelas variações da economia. Até mesmo, identificando gaps nos processos internos.

Dessa forma, existem diversos indicadores que você pode utilizar na gestão do seu hostel. Alguns, inclusive, são mais indicados do que outros para determinados tipos de empreendimento.

Compilamos aqui alguns indicadores que podem ajudar a direcionar a gestão do seu hostel para decisões mais assertivas e maximizar a sua lucratividade. Confira!

1- Taxa de Ocupação x Rentabilidade do hostel

A taxa de ocupação, ou TO,  nada mais é do que o número de quartos ocupados dividido pelo número de quartos disponíveis em determinado período. E é um dos indicadores de rentabilidade do hostel.

Esse indicador é apropriado para informar o quanto seu estabelecimento esteve ou estará ocupado em certo período do ano.

Assim, ele é um dos indicadores mais importantes. Ele identifica os períodos de maior e menor ocupação. Além disso, permite que estratégias de vendas e marketing melhorem os resultados, mesmo na baixa temporada.

Além disso, ele é um indicador que varia consideravelmente conforme o ano. Portanto, não deve-se considerá-lo separadamente, e sim por períodos de tempo. Isso porque 80% de ocupação em alta temporada não representa o mesmo que um igual valor em baixa temporada.

2. Receita por Quarto Disponível 

Outro indicador de rentabilidade do hostel é o RevPar, Revenue Per Avaliable Room, ou “Receita por acomodação disponível”. Ele é o indicador utilizado para mensurar a receita a partir do número de quartos disponíveis em seu hostel.

Isso porque, ele representa o valor médio gerado pelas hospedagens por meio da receita total com hospedagens dividida pelo número de quartos disponíveis no período.

É importante saber se as acomodações estão sendo ocupadas. Além disso, o gestor também precisa analisar o quanto de lucro esses quartos estão produzindo para o seu negócio. 

Além disso, o RevPAR é uma das métricas mais aplicadas pelos administradores do setor hoteleiro. Isso porque ele permite uma visão clara da realidade financeira de seu empreendimento. 

3- Taxa média diária para analisar a rentabilidade do hostel

A ADR, ou Average Daily Rate, é a taxa média diária, também chamada de diária média (DM), e um dos principais indicadores de rentabilidade do hostel.

Essa métrica permite calcular a diária média paga por quarto durante um período específico. Além de comparar os preços do seu hostel com os de concorrentes do mesmo nível. 

Dessa forma, a diária média pode ser calculada  a partir da receita total dividida pelo número de quartos disponíveis no mesmo período.

Além disso, é importante avaliar sempre essa métrica, pois ela é essencial para mensurar a lucratividade e direcionar a gestão para medidas mais estratégicas.

Isso porque ela deve ser avaliada junto com outras métricas, como a TO e a RevPar. Se o índice de ocupação estiver crescendo mas a ADR permanecer estável, o ideal seria aproveitar a demanda e atualizar os valores cobrados em suas diárias.

4- Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

O CAC, ou Custo de Aquisição de Cliente é um método importante para aplicação na área de marketing. Além disso, ele também permite avaliar o nível de rentabilidade do hostel.

Assim, ele é um indicador bastante utilizado para verificar se os investimentos utilizados na captação de hóspedes trazem um retorno positivo para a empresa.

Ele pode ser obtido dividindo o total do valor para adquirir um hóspede pelo número de hóspedes conquistados no período.

5- Índice de Comparação com a Concorrência

O MPI, ou Market Penetration Index é um indicador utilizado para comparar quantos hóspedes optam pelo seu hostel em detrimento dos demais disponíveis, e para destacar seu estabelecimento entre a concorrência, fortalecendo sua marca. 

Dessa forma, essa métrica auxilia os gestores a compreenderem como a empresa está atuando no mercado, quando comparada aos outros empreendimentos hoteleiros. E avaliar o nível de rentabilidade do hostel em comparação aos concorrentes.

Para se chegar nesse indicador, basta dividir a ocupação do seu hostel pela ocupação do mercado. Em seguida, multiplica-se por 100.

Se o número obtido for maior que 100, isso demonstra que o hostel tem preferência no mercado. Do contrário, indica que seu estabelecimento está perdendo muitas reservas para a concorrência.

6- Grau de satisfação do hóspede

Saber o quanto seus clientes estão satisfeitos é fundamental para identificar gaps nos processos internos. 

Assim, ele pode ser obtido por meio de pesquisas de satisfação, ou ferramentas como a NPS (Net Promoter Score).

A satisfação pode ser calculada dividindo o número de hóspedes que se afirmaram satisfeitos pelo total de hóspedes no período.

Mas afinal, quais métricas devo acompanhar para avaliar a rentabilidade do hostel?

Cada estabelecimento possui características próprias e demanda que os indicadores de performance sejam adaptados à sua realidade.

Por exemplo, se o seu hostel é um empreendimento de nicho ou muito diferenciado, dificilmente ele terá concorrentes diretos com os quais comprar o MPI ou justificar mudanças na ADR.

Estude seu empreendimento e veja quais as métricas mais adequadas.

Para facilitar o acompanhamento dessas métricas, existem tecnologias no mercado que auxiliam a gestão hoteleira e fornecem todos esses dados de forma fácil e segura.

Adotar um software de gestão hoteleira pode ser a solução prática e eficaz para proporcionar maior segurança a esse processo de avaliação por meio dos indicadores hoteleiros. Saiba mais!

About the Author

Karin Nisiide
Karin Nisiide Proprietária do Tetris Container Hostel, em Foz do Iguaçu. Startup Update your hostel! Arquiteta e urbanista por formação, largou tudo para trabalhar com turismo. Ama viajar e sempre que pode está visitando e conhecendo hostels pelo mundo afora, para escrever as histórias de sucesso do Mochilão da hq!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *